07/04/2013

Passatempo oficial Palmilha Dentada

Participem e habilitem-se a uma das dez entradas duplas!




Cada um de nós tem o seu objecto de desejo. Por ele, somos capazes de cometer as acções mais loucas... ou não...! Enfim, por umas lascas de presunto há quem perca o norte e se esparrame em todas as direcções. O desafio que vos lançamos é que nos confessem qual o objecto do vosso desejo e o que eram capazes de fazer por ele. Deixem as vossas respostas nesta mensagem do blog e habilitem-se a entradas grátis. Sejam ambiciosos!

9 comentários:

Rui Pedro disse...

Eu??? Até era capaz de entrar num blog para poder ver a Palmilha.

Cláudia Sousa disse...

Por amor à arte e à cultura servia Escalopes Frios de Governo, ao som de "O Porto aqui tão perto" - Banquete para uma Companhia.

neca disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
neca disse...

Para ter o meu carro de sonho era capaz de prometer que se mo dessem nunca andaria nele. Limitava-me a contemplar a minha loucura.

João Rodrigues disse...

Gostava de ter um porco preto como animal de estimação e lhe oferecer um colar de perolas, já deixei de comer porco.

Rui P. Guimaraes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rui P. Guimaraes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rui P. Guimaraes disse...

Engraçado que a introdução do passatempo fale em presunto... Existe uma qualidade de presunto que adquiro perto da vila de Cinfães que quando barrado com queijo da serra da estrela me faz sair de qualquer realidade em que eu esteja inserido. Tenho suores frios só de pensar naquela combinação fantástica de sabores e texturas e sou capaz de gastar pequenas fortunas nesta delícia. Já experimentei, por muita vezes, descrever aquela sensação que é expremer todas as moléculas orginárias de sabor em cada pedaço introduzido na cavidade oral deste presunto com queijo da serra, comparando esta actividade mesmo ás mais loucas fantasias sexuais. Mas não, não há mesmo nada que se compare... Se me dissessem que dentro de uma caixa forte eu poderia nadar em presunto com queijo qual Tio Patinhas mas que primeiro teria que passar por um bando de playmates sedentas que me barrariam a passagem quais sereias de Homero eu era capaz de me castrar só para ter a certeza que resistiria à tentação e atingiria o meu objectivo...

Maria João Moura disse...

O que eu desejo? Nem às paredes confesso! Mesmo assim espero à Palmilha ter acesso!