01/08/2006

FOTOGRAMA-Cinema do passado

Dois fotogramas recuperados de um filme do início do século chamado "O mosquete afiado"

Este filme português foi considerado na altura um "atentado à qualidade humana", de tal forma que os jovens actores foram perseguidos e condenados ao exílio. O realizador utilizou o pseudónimo "Camões", o que o tornou impossível de identificar, embora se especulasse que "ou teria barba ou uma pala no sítio de um olho, mas dificilmente ambos". O transtorno que causou a primeira vez que foi projectado valeu-lhe a destruição de tudo o que lhe pudesse ser relacionado. Estima-se que as perdas para o país e para a sua história tenham sido devastadoras.


Tudo apontava para um confronto relativamente viril entre dois cavalheiros, embora os trajes fossem arrojados e apontassem já para uma determinada direcção...


Aqui o acontecimento que despoletava para as cenas a que a censura se referiu como "...empedernidas de momentos inqualificáveis, que só se podem justificar como uma afronta e um apelo à desordem.". in A bigorna 1917


@olho aberto 2006

1 comentário:

manualdedeus disse...

Eu não quero ser um desmancha-prazeres mas, eu acredito que estes fotogramas não são assim tão antigos? Duvido que no momento em que a tal de "fatinha" apareceu aos tais 3 putos da pastorícia da cova da iria, já havia fitas de cetim da senhora do bom fim do Brasil.
Cá para mim é tudo balelas, esses senhores são uma fraude da 7ª arte... Bah!